COMO CUIDAR DE UM BONSAI [GUIA COMPLETO]

É SEU PRIMEIRO CONTATO COM BONSAI? COMECE POR AQUI:

Para quem não conhece essa arte milenar mais praticada pelos Japoneses, mas introduzida pelos chineses pela época de 200 DC. Bonsai significa árvore em bandeja, sim, é uma miniatura magnífica, acredita-se que o cultivo de Bonsai proporciona uma ligação entre o céu e a terra através de uma medição na árvore cultivada, por ai você ver que não é só uma “arvorezinha”.

História

Os chineses trouxeram o bonsai para o Japão por volta de 1192 DC a 1333 DC onde a religião dos monges que é demonstrada no Bonsai, passou a ser considerada arte mostrando uma visão do homem em relação a natureza através do Bonsai.  Originalmente, apenas a elite da sociedade praticava o pun-tsai com espécimes coletadas nativas, e, assim, as árvores foram espalhadas por toda a China como presentes de luxo. Durante o Período Kamakura, período em que o Japão adotou a maior parte das marcas registradas culturais da China, a arte de cultivar árvores em bandejas foi introduzida no Japão. 

TIPOS DE BONSAI

Bonsais Brasileiros

Jabuticaba

Jabuticabeira | ESPÉCIES E SEUS CUIDADOS

A Jabuticabeira pode chegar a 15 metros de altura e viver quase cem anos. Conforme a árvore vai crescendo, seu tronco vai se descascando e deixando à mostra uma linda textura lisa marmorizada. Já o bonsai Jabuticabeira  é uma planta sensível ao frio, seu crescimento normalmente é lento em temperaturas baixas. Quando a temperatura estiver abaixo de 10 °C, devemos protegê-la, colocando-a em um local onde o vento frio não a atinja. Na primavera, quando a temperatura normalmente já é superior, devemos colocá-la num local ensolarado, mas sol não muito forte (antes das 10:00h e depois das 16:00h), como em uma sacada coberta, embaixo de outras árvores ou mesmo dentro de casa, mas próximo de uma janela, em ambiente arejado.

Ipê Amarelo

BONSAI DE IPÊ AMARELO | Bonsai de ipe, Bonsai, Árvores bonsai

O ipê é uma árvore de médio e grande porte que produz flores abundantes em distintas épocas do ano, dependendo de sua espécie. Considerada uma verdadeira joia da flora brasileira, a muito o ipê contribui com a beleza de jardins, praças e matas e agora também vem sendo desenvolvido dentro da arte bonsai. Várias espécies são empregadas, a maioria dentro do gênero “tabebuia” como o ipê-amarelo, ipê-branco, ipê-mirim, ipê-anão, ipê-rosa e ipê-roxo. Embora desenvolva folhas compostas, no cultivo como bonsai é possível reduzir consideravelmente o seu tamanho geral formando exemplares de beleza ímpar e que produzem flores em grande profusão.

Bonsai Goiaba

Pré-Bonsai Goiaba | O Bonsai

Uma árvore de Goiabeira de pequeno porte, porém denso, devido a sua ramificação e folhagem compactas, características que propiciam o seu cultivo como bonsai. Apresenta folhagem elíptica de cor verde com textura aveludada que são disposta aos pares ao longo dos ramos. Aparece na primavera, suas flores brancas dotadas de cinco pétalas e diversos estames. Seu fruto, de formato arredondado, apresenta coloração amarelada quando maduro e é saboroso, embora contenha muitas sementes.

Romã

Bonsai Romã… | Piante bonsai, Alberi in vaso, Alberelli bonsai

romã é uma pequena árvore ou arbusto decíduo, com folhas estreitas e oblongas, suas flores vermelhas em forma de trombeta e grandes frutos vermelhos redondos. Estes são cobertos por um pericarpo duro e contêm um grande número de sementes, cada uma coberta por um saboroso arilo vermelho.

Rosa do Deserto

Rosa do Deserto Vermelha<br> pote 14 cm - Uemura Flores e Plantas

A Rosa do Deserto (Adenium Obesum) é uma planta herbácea, suculenta, de aspecto escultural e floração exuberante. Seu caule é engrossado na base, uma adaptação própria da planta para armazenar água e nutrientes em locais áridos.

Pitangueira

Bonsai Pitanga 23 anos - Ideal Bonsai

 É uma árvore medianamente rústica, seu tronco é liso na cor bege-acinzentado com estrias que se formam na sua constante renovação da casca. A copa é globosa de folhagem densa e perene de cor verde escura e folhas pequenas, lustrosas e aromáticas. Possuem flores brancas que surgem na primavera até o verão. Seus frutos começam a vingar com maior quantidade a partir do sexto ano de vida.

acerola

ACEROLA ORNAMENTAL BONSAI | Ocotea.net

É um arbusto rústico e resistente, que se espalhou por várias áreas tropicais, subtropicais e até semiáridas. Por causa destas características, a acerola é uma excelente escolha para bonsai, em qualquer região do Brasil. Seu fruto é rico em vitamina C. Sua folhagem é abundante e lustrosa, e suas flores pequenas exalam um perfume adocicado.

Bonsai Amora

ABC do Bonsai | Bonsai de Amoreira 6 anos (33 cm) Frutificando

As Amoreiras apresentam crescimento rápido e adaptam-se a qualquer tipo de solo, preferindo os úmidos e profundos. Frutifica de setembro a novembro no Brasil.  As amoras são frutos pendentes comestíveis, de coloração vermelho-escura, quase preta, quando maduros. A coloração de seus frutos varia de acordo com a espécie à qual pertencem e conforme o seu grau de maturação.

Bonsais Japoneses

Seki Joju

bonsai modelo seki joju

Tem seu estilo e característica por se desenvolver em volta de rochas, retratando quando na natureza sementes germinam e crescem em terrenos rochosos ou em fendas nas grandes montanhas ou escarpas. Suas raízes ficam desprotegidas até que atinjam o solo, onde devem se proteger naturalmente do sol, acontece que uma casca especial cresce em torno delas. As raízes crescem sobre uma rocha dentro do vaso, de forma que cuidar desta árvore não é muito diferente de cuidar de qualquer outro estilo quando se fala de bonsai.

Kabudachi

bonsai modelo kabudachi

Com esse modelo de múltiplos troncos e tem essa semelhança com o modelo de tronco duplo, mas com uma quantidade maior de troncos.  as raízes crescem sobre uma rocha dentro do vaso, de forma que cuidar desta árvore não é muito diferente de cuidar de qualquer outro estilo quando se fala de bonsai. quando o tronco obtém várias árvores, nas quais as sementes cresceram no mesmo lugar e tão próximas e juntas que se uniram em um único tronco. Isso acontece na maioria das vezes quando um pinha cheio de sementes cai e fertiliza.

Fukinagashi 

bonsai modelo fukinagashi

As árvores desse modelo tendem a parecer que foram atingida por uma tempestade de vento forte e se moldou a ela, dando um grande exemplo que devem lutar para sobreviver. Os galhos crescem preferencialmente do meio do tronco para trás. pois o vento constante dificulta o seu nascimento na parte frontal e este estilo pode ser observado em várias situações geográficas como:

  • Campo aberto.
  • Altas montanhas.
  • Desertos.
  • Praias e etc.

Bunjingi

bonsai modelo bunjingi'

Este modelo de árvore é encontrado em áreas que existem muitas outras árvores, a concorrência é muito grande, é tanto que a árvore somente pode sobreviver crescendo mais alto que todas as outras à sua volta. Seu tronco cresce tortuoso para cima e não tem ramificações, porque o sol só atinge o topo da árvore.

 Para se certificar de que ele pareça ainda mais resistente, alguns galhos são sem casca, mais conhecido como “Jineados”. Quando a casca é removida o tronco é chamado de “Shari”. A ideia é demonstrar que a árvore tem que lutar para sobreviver. 

Kengai

bonsai modelo kengai

Conhecido por seu formato espalhado, seu ramo principal e o tronco tendem a crescer na vertical e logo após seus crescimento inicial ele tende a ser direcionado para baixo e sua copa geralmente cresce acima da borda do vaso onde ela está, é indicado está em vasos grandes, nas partes externas das curvas de um tronco em forma de ‘S’ os ramos subsequentes se alternam à esquerda e à direita, crescendo para fora do vaso, procurando manter um equilíbrio.

Han-Kengai

bonsai modelo han-kengai

Muito Parecido com o kengai, mais conhecido por ter seu estilo semi-cascata, pois seu diferencial é que a arvore cai a um nível um nível após o vaso, porém não chega a tocar o solo. Esse estilo de arvores pode ser encontrados na natureza em penhascos em nas margens de rios. A sua copa fica um pouco acima da borda do vaso e suas ramificações ocorrem abaixo da borda.

Moyogi

bonsai modelo moyogi

Mais um Bonsai no estilo ereto, tem seu formato meio sinuoso bem característico, e parece estar dançando, o tronco cresce na vertical mais ou menos na forma de uma letra ‘S’ e em cada curva ocorre ramificações. Eles são realmente lindos, e são mais lindos quando são bem cuidado.

Hokidachi

bonsai modelo hokidachi

Parecido com uma vassoura, passa uma ideal de árvores caducifólias ou decíduas que são árvores que perdem suas folhas no inverno. Seu tronco é reto e não se alonga até o topo. Os ramos e as folhas formam uma coroa em forma de bola, que também é uma vista impressionante durante os meses do inverno, igual a árvores caducifólias ou decíduas.

Chokkan

bonsai modelo chokkan

Esse bonsai tem suas características por ter suas raízes bem distribuídas, e tem uma aparência bem legal, com esse formato alongado. Este estilo frequentemente ocorre na naturalmente, especialmente quando a árvore é exposta a grande quantidade de luz e não enfrenta o problema de árvores concorrentes. Para este estilo, o afilamento do tronco de crescimento é claramente visível. Seu tronco é mais grosso na parte inferior e deve ficar cada vez mais fino com a altura. O topo da árvore deve ser formado por um único ramo e o tronco não deve alcançar toda a altura da árvore.

Shakan

Esse é lindo, passa a sensação que passou por um furacão, o estilo inclinado deverá se desenvolver em um ângulo de cerca de 60 a 80 graus em relação ao solo. O seu primeiro galho cresce oposto o seu sentido seja definido, a fim de criar uma sensação de equilíbrio visual.merece até um vídeo para vocês verem as variações dessa obra de arte.

Sokan

O Sokan é um bonsai que tem dois troncos e tem variações de espessura e de comprimento, sendo que o mais grosso cresce na vertical e o mais fino de forma mais inclinada. Ambos os troncos contribuem para uma única coroa de folhas. Seu modelo de tronco duplo é muito comum nas árvores de alto porte, sua exclusividade vem da escassez na hora de encontrar na arte do bonsai esse tipo de árvore. Geralmente, ambos os troncos crescem para fora do sistema radicular. 

Yose Ue

Tem esse modelo como uma mini-floresta, por ter seus múltiplos troncos. É composto de várias árvores em vez de uma árvore com vários troncos. Nas laterais, algumas árvores menores são plantadas para contribuir para uma única coroa. As árvores são plantadas não em linha reta, mas em um padrão escalonado para dar um ar mais natural a floresta. As árvores mais desenvolvidas são plantadas no meio do vaso grande e raso. 

Nas laterais, algumas árvores menores são plantadas para contribuir para uma única coroa. As árvores são plantadas não em linha reta, mas em um padrão escalonado para dar um ar mais natural a floresta. As árvores mais desenvolvidas são plantadas no meio do vaso grande e raso. 

Jade

O bonsai  “jade” é uma ótima escolha de bonsai para áreas internas, bastante fácil e se sai bem em um ambiente de escritório e ambientes fechados.

O PASSO A PASSO

Mas para começarmos de verdade, é de fundamental importância que você tenha escolhido qual tipo de bonsai você acha bem a sua cara, existem diferentes tipos de bonsai como foi visto acima, agora vamos para o passo a passo:

Passo 1 – Como Plantar

O bonsai deve ser cultivado ao ar livre, ou seja, exposto às variações climáticas tais como: chuva, vento frio, sol, tudo isso de acordo com as necessidades específicas de cada planta. O ideal é que permaneçam em um ambiente aberto como jardim, varanda ou sacada com o contato contínuo com essas variações climáticas. A distância ideal para a planta ficar afastada do chão é de 80cm. Procure sempre utilizar estrados de madeira para que favorece a ventilação. 

Mas pode ficar tranquilo, você pode deixar em ambientes fechados por curtos períodos de tempo, o indicado é no máximo 03 dias. evite ar condicionado e aquecedor. A tendência que os galhos e folhas têm de crescer em direção ao sol podendo provocar desequilíbrio na forma, evite fazer uma rotação periódica nos vasos, procurando não mudá-los de local.

Para plantar um bonsai existem 3 formas diferentes, pode ser por meio de sementes, árvores de floresta ou com estacas. veja abaixo como funciona cada uma dessas técnicas de plantio.

Plantar um bonsai a partir de sementes é um método que pode ser utilizado. E esta é a única forma de o ver crescer desde o início. Sementes de acerola, pithecolobium ou piracanta são fáceis de encontrar no mercado. Já as de coníferas são mais fáceis de comprar na Internet. A melhor altura para plantar um bonsai com este método é na primavera e verão.

Deve colocar as sementes no topo da terra e colocá-las entre dois a cinco centímetros de distância. Cubra as sementes com a mistura de solo e regue-as com uma quantidade considerável de água. Na primavera as sementes irão germinar. Após um ano pode transplantá-lo para um vaso maior. Até crescer vai demorar, pelo menos, três anos.

Plantando com árvores da floresta, é na primavera a melhor altura do ano para o fazer. O primeiro passo é escavar cuidadosamente à volta da árvore com uma pá. Levante-a e envolva-a em um pano úmido para evitar que seque. Deve ser transplantado para um vaso o mais depressa possível. Apanhe um pouco da mistura original do solo.

Plantar um bonsai a partir de estacas é um dos métodos mais populares de cultivo e que reduz o tempo de crescimento em cerca de um ano. Selecione um ramo de uma árvore e corte-o. As estacas devem ter entre 5 a 10 centímetros de altura e dois a cinco centímetros de espessura. Primavera e Verão são as melhores alturas para cortar e transplantar plantas.

Passo 2 – Como Regar

Você pode pensar que isso seria algo fácil e bem simples, mas o bonsai tem requisitos de rega muito específicos. Aproximadamente uma vez por semana, nesse caso quando o solo superficial estiver completamente seco, mergulhe toda a planta de bonsai em um balde ou bacia de água. Depois que as bolhas de ar chegam ao topo, o bonsai absorve água suficiente, entre outras formas, isso vai depender de qual modelo você decidiu cuidar com todo amor.

Para regar uma árvore no estilo bonsai devemos manter o cuidado na hora de regar, por ser uma planta pequena, e permanecer em vasos bem rasos. existe também a questão de variação de quantidade de água para cada modelo do bonsai. Regue diariamente seu bonsai, os melhores horários são de manhã cedo ou no final da tarde.

A rega deve ser feita em todo o vaso, inclusive sobre a planta, deixe alguns segundos de intervalo para que a água possa penetrar na terra. Cuidado para não manter sua planta sempre encharcada, pois isso poderá provocar o apodrecimento das raízes.

Procure por vasos para bonsai que possuem orifícios suficientemente grandes para um bom escoamento de água. Regue quando o solo de 1 a 1,5 cm estiver seco. Nunca permita que o solo seque completamente. Um bom solo para envasamento, aquele que incentiva a máxima de drenagem da água. Isso permitirá que a água parada no solo seja drenada enquanto retém um pouco de umidade para a planta.

É recomendável regar a planta durante a manhã. Regue não mais do que uma vez por semana durante o inverno: muita água não é boa para o bonsai durante o inverno. Regue a árvore em intervalos regulares durante a estação de crescimento para que o seu bonsai possa se adaptar ao horário de rega. Vídeo de como regar seu bonsai:

Passo 3 – Como Modelar

Essa técnica é focada em moldar a planta na forma desejada e pode ser feito com arames em cobre, esses arames tem a função de direcionar o crescimento dos galhos e das podas periódicas buscando manter sua forma inicial. Caso você tenha acabado de plantar o seu bonsai, não é recomendado que você coloque qualquer tipo de arame, é bom que você deixe ele um tempo livre, só depois que você vai colocá-lo em fase de moldagem novamente.

Se você adquiriu um bonsai e o mesmo já veio com aramação, é necessário que você procure saber a quanto tempo seu novo bonsai esta aramado. Nesse vídeo você pode acompanhar como fazer todo esse molde e como aramar o seu bonsai:

Passo 4 – Como Adubar

Por se manter em vasos com a quantidade de terra reduzida, é necessário que a planta tenha seus nutrientes para que ela possa se desenvolver, por esse motivo de recipientes reduzidos, o bonsai absorve com maior rapidez os nutrientes, por isso é necessário manter um cuidado extra na hora de colocar esses elementos, se colocado uma quantidade acima pode acarretar o apodrecimento da planta.

Existem fertilizantes do tipo orgânico ou químicos, os orgânicos são os conhecidos como esterco, quando falamos de orgânico já passa uma segurança, e é exatamente isso que acontece, pelo fato de ser absorvido pelo solo gradativamente tanto pelo solo quanto pela planta. Veja com qual tipo de adubo a sua espécie de árvore bonsai se adapta melhor e leia atentamente as condições de adubagem descritas na embalagem do adubo mineral se for caso.

Nunca devemos adubar plantas doentes, fracas ou recém transplantadas e neste caso aguarde pelo menos um mês antes de iniciar as adubações. Entre os adubos orgânicos e químicos existem os adubos líquidos e sólidos. O adubo líquido deve ser dissolvido na água de regar ou aplicado com a água de pulverização por cima das folhas. É algo bem rápido e limpo, não produz cheiros desagradáveis e é fácil de aplicar.  Já o adubo sólido deve ser colocado sobre a terra de maneira uniforme, evite colocar ao lado do tronco das árvores. É de longa duração, essa técnica não queima as plantas e melhora muito a terra dos Bonsai.

Você deve usar fertilizantes com os bonsais, esses fertilizantes especificamente formulado para árvores de bonsai.Geralmente, fertilizantes de potássio, nitrogênio e fósforo são bons para a planta do tipo bonsai, pois são responsáveis ​​pela cor verde das folhas, desenvolvimento das raízes e floração. É aconselhável comprar um fertilizante específico para bonsai de um distribuidor confiável.

Passo 5 – Como aparar/podar

Para buscar aparar um bonsai e manter a sua árvore em miniatura sempre aperte e corte o novo crescimento até o ponto mais distante possível. Nunca todo o novo crescimento deve ser cortado. Deixe um pouco para sustentar a saúde da árvore.

Árvores tropicais e subtropicais usadas para bonsai exigirão aparar ou podar periodicamente ao longo do ano. Como alguns modelos de árvores crescem a taxas diferentes, é necessário avaliar a taxa de crescimento de cada árvore e ajustar seu corte e cortes especiais para o seu tipo de bonsai.

Passo 6 – Como Replantar

O replantio vai depender de qual tipo de planta você tem, do tamanho do vaso, do estado em que ela se encontra. O momento mais específico para saber quando é o momento a troca de vaso é quando perceber que as raízes começaram a despontar sobre o vaso atual. A cada troca de vaso, você deverá cortar 2/3 do tamanho das raízes. Isso ajudará a planta a se renovar e crescer ainda mais forte e saudável.

Por exemplo, plantas do tipo  caducifólias, as frutíferas e as plantas com floração abundante devem ser transplantadas todos os anos. As coníferas, por exemplo os cedro, pinheiros e etc, e as árvores perenes devem ser transplantadas a cada dois ou três anos. A melhor época para realizarmos esta operação é no princípio da primavera, mas tome cuidado, quanto mais velha é a árvore, mais intercalado deverá ser o replantio.

 Tome cuidado para não socar a terra no vaso, isso irá deixar o desenvolvimento das raízes irregular e dificultando a passagem da água na hora de regar. Veja no vídeo abaixo o processo de replantio de um bonsai:

Passo 7 – Melhorando Iluminação 

A Iluminação deve ser de 5 a 6 horas de luz solar direta. Este requisito pode mudar com base na variedade de bonsai e se a luz recebida for direta ou indireta,é preciso aprender sobre as características naturais da espécie escolhida para que ela tenha a iluminação mais adequada, seja direta ou indiretamente, a melhor iluminação é a do início da manhã.

Como os fatores ambientais mudam continuamente com base na estação e hora do dia, alterar regularmente a localização da sua árvore seria a abordagem mais apropriada para equilibrar a iluminação, a umidade e a temperatura. Se a exposição à luz solar diminuir, os requisitos de rega também diminuirão. Se a exposição à luz solar aumentar, os requisitos de rega aumentarão.

Passo 8 – Cuidando do Solo

Escolha um bom solo para envasamento, aquele que incentiva a máxima de drenagem da água. Isso permitirá que a água parada no solo seja drenada enquanto retém um pouco de umidade para a planta. Lembre-se de usar solo com um valor de pH apropriado, de preferência 6,5 ​​a 7,5. Monitore regularmente a umidade do solo da planta pressionando o dedo na terra. Nunca permita que o solo seque completamente. tomando cuidado para não danificar as raízes.

Falarei um pouco sobre cada passo, caso você tenha dúvidas mais aprofundadas sobre erros que podem matar o seu bonsai, clique e veja esse artigo sobre erros que podem matar sua árvore.

PERGUNTAS FREQUENTES

Meu bonsai ficou doente, o que fazer?

 Doenças em bonsais podem ser muito perigosas para eles, podendo até ser fatais para as plantas. Ao reconhecer os sinais de doenças e procurar tratar o problema rapidamente, você pode aumentar a chance de recuperação e ajudará a evitar a propagação da infecção. 

Algumas árvores são mais suscetíveis que outras a doenças ou fungos específicos, por isso é importante que você estude a fundo sua espécie e entenda qual doença é mais comum para o seu tipo de planta. Quando uma planta é forte e saudável ela tem muito menos chance de contrair vírus ou desenvolver fungos; portanto, a melhor prevenção é dar à sua árvore tudo o que precisa para permanecer em boa saúde e se proteger de bactérias e doenças.

Você pode prevenir doenças de diversas formas, separei alguns pontos importantes para você nunca esquecer:

– mantendo sua árvore limpa e livre de poeira ou qualquer sujeira.
– mantenha o solo livre de flores caídas, frutas ou folhas.
– forneça iluminação suficiente, ar fresco e ventilação.
– certificando-se de que o solo esteja adequadamente arejado e reabastecido quando necessário.
– aplique fertilizantes corretamente.
 – replante em outro vaso para impedir que sua planta se torne ligada ao vaso.
– use técnicas de poda adequadas e aplique pasta de feridas para incentivar a cicatrização.

Quero deixar meu bonsai em um lugar fechado, o que fazer?

Na realidade, não existe uma árvore interna, apenas árvores que podem sobreviver dentro. O cuidado interno da árvore dos bonsais e o local em que você vai colocar a árvore é um fator importante para o quão saudável ela ficará.

Casas são geralmente ambientes mais escuros, mais quentes e secas que as áreas externas da sua casa. Procure locais com bastante luz, uma temperatura agradável e uma boa umidade ao colocar o seu bonsai. Ter um bonsai em uma área interna, como quarto, escritório seria algo lindo, pelo fato de que os bonsais trazerem uma sensação natural e de paz a qualquer espaço.

Tecnicamente o bonsai não é considerado uma planta, mas uma árvore, para pensar em algum local dentro da sua casa para colocá-lo certifique-se de que aquele lugar onde ele irá ficar recebe bastante luz solar, resumindo, coloque-a fora ou dentro de casa, perto de uma janela com bastante contato com a luz solar.

Separei para você a dica de um bonsai que você pode criar em áreas internas, dar de presente para o papai ou namorado colocar em seu escritório. O bonsai  “jade” é uma ótima escolha de bonsai para áreas internas, bastante fácil e se sai bem em um ambiente de escritório”.

O Modelo Jade foi citado nas sugestões de modelos no passo 1.

 Doenças em bonsais podem ser muito perigosas para eles, podendo até ser fatais para as plantas. Ao reconhecer os sinais de doenças e procurar tratar o problema rapidamente, você pode aumentar a chance de recuperação e ajudará a evitar a propagação da infecção. 

Conecte-se com outros entusiastas do bonsai em nossa página do Facebook

1 comentário em “COMO CUIDAR DE UM BONSAI [GUIA COMPLETO]”

Deixe um comentário